Saída

Meu editorial deste mês aborda a segurança ao viajar e pode ser aplicado se você mora no exterior. Diz-se que a Costa Rica é segura e as pessoas são amigáveis. Bem, a realidade é que a Costa Rica faz parte do mundo e não está protegida dos muitos crimes que prevalecem em outros países. Isso não é criticar a Costa Rica. É um aviso aos viajantes, assim como aos expatriados, para ficarem vigilantes.

 

Você não pode ignorar o risco de crime como viajante, ou mesmo expatriados que vivem aqui.

Quando você viaja para um país estrangeiro, a última coisa em que quer pensar é no risco de crime. Infelizmente, o crime é uma realidade que os viajantes devem enfrentar e pode vir de várias formas. De pequenos furtos a crimes violentos, nenhum viajante está imune à possibilidade de se tornar uma vítima. Em alguns países, como a Costa Rica, a taxa de criminalidade está crescendo e os viajantes devem tomar precauções extras ao visitá-los. Você não pode ignorar o risco de crime como viajante e o que pode fazer para se manter seguro.

O mundo está ficando mais perigoso, não menos.

Viajar pelo mundo tornou-se mais fácil e acessível do que nunca, mas com isso vem um aumento infeliz na atividade criminosa contra viajantes desavisados. Não seja um viajante estúpido ou expatriado, convidando problemas atraindo atenção indesejada. Os turistas são alvos fáceis para os criminosos. É essencial tomar precauções e compreender os riscos associados às viagens para garantir a sua segurança.

 

Os turistas são alvos fáceis.

Viajantes estúpidos e expatriados muitas vezes se tornam alvos fáceis para criminosos. Eles não conhecem a área, os costumes ou os perigos do destino, então podem ser rapidamente aproveitados. Os turistas geralmente confiam mais e têm mais objetos de valor do que os locais, tornando-os um alvo desejável para batedores de carteira e ladrões. Os turistas geralmente carregam mais dinheiro, usam joias mais caras e não sabem como identificar situações perigosas, tornando-os alvos fáceis. 

Além disso, eles costumam confiar demais em estranhos e podem não tomar as devidas precauções de segurança durante a viagem. Isso os torna um alvo fácil para pessoas com intenções maliciosas.

Eduque-se sobre a taxa de criminalidade antes de viajar e certifique-se de saber quais áreas deve evitar. Se você estiver indo para lugares como a América Central, onde o roubo é particularmente comum, seja extremamente cauteloso ao andar e evite carregar grandes quantias de dinheiro. 

Quando estiver em bares ou casas noturnas, nunca deixe sua bebida sem vigilância ou aceite bebidas de estranhos; esses cenários podem levar a situações perigosas, como drogas de estupro. Não seja tolo o suficiente para pensar que você não é um alvo para o crime. Lembre-se, mesmo destinos aparentemente seguros podem ser perigosos se você não for cuidadoso.

Embora confiar nos locais seja natural quando você está em um país estrangeiro, é importante lembrar que algumas pessoas sem escrúpulos podem tentar tirar vantagem de você. Mantenha a guarda em áreas turísticas movimentadas; essas áreas tendem a atrair criminosos. 

 

Esteja ciente do seu entorno.

Ao viajar, é importante estar ciente de quem está ao seu redor e o que eles podem estar fazendo. Você deve sempre ficar alerta e estar consciente de seus arredores. Não guarde seu dinheiro em um balcão em seu quarto de hotel ou em sua casa. Seja extremamente cuidadoso com seus passaportes e carteiras de identidade. 

Sempre tome as precauções necessárias para se proteger de roubos e qualquer outro crime. Não deixe as portas destrancadas ou mesmo abertas, mesmo que sinta que a área em que está é segura. 

Evite postar coisas nas mídias sociais que denunciem seus planos ou que as pessoas saibam para onde você está indo e por quanto tempo. 

Vender itens e divulgar sua localização pode fazer de você um alvo para o crime. Correr tais riscos coloca você e seus pertences em perigo. 

Recentemente, ouvi falar de um casal que vinha para a Costa Rica por alguns meses todos os anos por um tempo. Eles decidiram vender suas coisas e começaram a postar online que voltariam para casa em breve. Eles deram uma data de partida em seus anúncios listando os itens que estavam vendendo. 

Bem, escusado será dizer que eles foram roubados. Eles foram mantidos sob a mira de uma arma e o dinheiro que eles colocaram no balcão foi levado, junto com alguns outros itens pequenos, como um colar. O veículo que eles tinham para vender também foi roubado. Meu amigo que me relatou o incidente me disse que as vítimas deixavam as portas abertas à noite. Alvos fáceis são criados por inconsciência e pura estupidez.

 

É mais provável que você seja vítima de um crime se estiver viajando sozinho.

Ao viajar sozinho, você se torna um alvo muito mais fácil para os criminosos. Sem o apoio de amigos e familiares, você pode se encontrar em uma situação que o coloca em risco. Infelizmente, os turistas foram roubados na Costa Rica e em outros lugares, provocando problemas e atraindo atenção indesejada. 

Como viajante individual, você precisa estar mais vigilante para se proteger. Esteja ciente de seus arredores em todos os momentos. Não corra riscos desnecessários e confie no seu instinto. Se algo não parecer certo, saia da situação o mais rápido possível. Tenha um plano de contingência em caso de emergência. 

Ataques pessoais, como agressão e agressão sexual, podem ocorrer mesmo nas áreas mais turísticas. As mulheres, em particular, correm o risco de tais ataques, especialmente se viajarem sozinhas. Isso significa que é importante que as mulheres estejam cientes de seus arredores e confiem em seus instintos ao viajar, especialmente se estiverem sozinhas.

 

Roubo não é o único problema. 

Quando você pensa em crime, roubo é geralmente a primeira coisa que vem à mente. No entanto, o roubo está longe de ser o único crime que os viajantes enfrentam. Ataques pessoais, sequestros e outros crimes hediondos são muito comuns em certas partes do mundo. Mesmo na Costa Rica, os crimes violentos estão se tornando mais frequentes.

O sequestro é outro crime perigoso que está se tornando mais comum em certas regiões. Os turistas costumam ser visados ​​devido à sua riqueza aparente, tornando-os vulneráveis ​​a sequestradores que exigem grandes resgates.

Crimes de ódio são outra questão que os viajantes devem estar cientes. Houve inúmeros incidentes de turistas sendo atacados ou assediados devido à sua raça, religião ou nacionalidade, e até mesmo por não falarem o idioma local. 

 

Confie no seu instinto

A melhor maneira de se proteger do crime ao viajar é confiar em seus instintos. Se algo parece errado, provavelmente é. Se você não se sentir confortável em uma determinada área, saia. 

Por fim, tenha sempre um plano de contingência caso algo aconteça. Tenha contatos de emergência para quem você pode ligar para pedir ajuda e mantenha seus objetos de valor seguros e fora de vista. Não se torne um alvo fácil para criminosos. Fique seguro, seja inteligente e não corra riscos desnecessários.

Sua intuição costuma ser o melhor indicador de perigo. Preste atenção a quaisquer sinais de alerta de que você pode estar em perigo e aja de acordo. 

Não deixe que o medo o impeça de fazer viagens e explorar novos lugares, mas tenha cuidado e bom senso para se manter seguro em suas viagens.

Mais artigos relacionados:

postar um comentário

- 3 = 3